Comentários diários

Entrevista – Órama Facilita Acesso de Pequenos Investidores a Fundos Exclusivos

Posted on novembro 1, 2011. Filed under: Comentários diários |

Caros leitores,

Há alguns meses a DTVM Órama lançou no Brasil um conceito inovador de acesso a Fundos de Investimento. Com uma engenharia financeira inteligente, a Órama consegue tornar acessíveis a pequenos investidores Fundos que, antes, só poderiam ser acessados com valores superiores a R$ 300.000 de aporte inicial.

Para compreender um pouco mais do conceito e da estratégia da DTVM, o INI recebeu para uma entrevista Guilherme Horn, CEO da Órama. Leia a seguir (a Órama indicou alguns vídeos para complementar as respostas):

INI: Guilherme, de onde surgiu a ideia de criar a Órama?

Guilherme Horn: É antigo o nosso desejo de democratizar o mercado de Fundos de Investimento no Brasil. Ao fundarmos a Ágora, que foi durante quase uma década a maior corretora do país, percebemos que a internet é um meio muito poderoso pra prover acesso. Por isso, queremos reeditar essa trajetória de sucesso criando um acesso imediato entre o pequeno investidor e os Fundos de Investimento mais exclusivos do país.

Afinal, com uma aplicação inicial de R$ 5 mil fica muito mais fácil investir em Fundos de Gestores Independentes, que normalmente possuem uma aplicação inicial de R$ 50 mil a R$ 500 mil.

Veja Guilherme falando sobre a Órama AQUI.

INI: Qual o significado da palavra “Órama”?

GH: Órama significa “visão” em grego. Escolhemos esse nome porque nos propomos justamente a oferecer para o investidor novas visões para alcançar progresso em seus investimentos.

INI: Como a Órama consegue dar acesso a Fundos exclusivos, com aportes bem menores do que a exigência inicial desses veículos? Qual a engenharia financeira por trás dessa estratégia?

GH: Como dito anteriormente, a Órama oferece acesso aos Fundos de Investimento mais exclusivos do mercado com uma aplicação inicial de apenas R$ 5 mil.

Os Fundos Órama são FIC’s, ou seja, Fundo de Investimento em cotas de outro Fundo, que chamamos de Fundo Alvo. Os Fundos Alvo são Fundos de Gestores Independentes em que os Fundos Órama aplicam de 95% a 100% de seu patrimônio. Por isso nossos Fundos possuem a rentabilidade muito próxima a desses Fundos tão exclusivos.

Para entender em mais detalhes, sugiro assistir aos vídeos nos links abaixo:

http://www.youtube.com/user/oramainvest/?utm_source=ini&utm_medium=entrevista&utm_campaign=agora+e+orama

http://www.youtube.com/user/oramainvest#p/c/61AE6DD940B3E33E/2/kEDXvtcBUWA

INI: Quais os Gestores Independentes e quais os Fundos exclusivos oferecidos pela Órama são mais procurados pelos investidores?

GH: Temos Gestoras como a Gávea, do ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga, ou a JGP, de André Jakurski – um dos fundadores do Pactual. Além disso, estão presentes nomes como BBM, Quest, BTG Pactual, Investidor Profissional (IP), Rio Bravo, BNY Mellon ARX, Claritas, Opportunity, GAP, Kondor, Kadima, SDA e SPX. De uma forma geral a procura está sendo bem equilibrada. Como distribuímos Fundos de Ações e Fundos Multimercado com características distintas, isso prova que nosso público é bastante heterogêneo, com o investidor do mais agressivo ao mais conservador.

INI: Entendemos que esse conceito pouco conhecido aqui no Brasil. A Órama tem algum concorrente direto nesse nicho?

GH: A Órama não possui concorrentes diretos, pois nenhuma outra empresa oferece o que nós oferecemos e da maneira que oferecemos. Este é um modelo que já funciona muito bem em outros países e que estamos trazendo para o Brasil.

INI: Como é o mercado de Fundos no exterior?

GH: Lá fora, Fundos de Investimento são produtos bastante disseminados. Nos Estados Unidos 45% das famílias investem em Fundos, enquanto que aqui no Brasil este número cai para 2%. Além disso, nos EUA mais de 80% desses Fundos são de Gestores Independentes (instituições não ligadas a Bancos), aqui este número representa 15% deste total. Uma explicação para isso são os altos valores da aplicação inicial – com a Órama isto já não é mais uma barreira ao investidor.

INI: Quais as vantagens de se investir em Fundos?

GH: Uma das grandes vantagens de se investir em Fundos é a comodidade, principalmente para o pequeno investidor, que conta com especialistas para fazer a gestão de seus recursos, avaliando detalhadamente o risco de cada operação e suas possibilidades de retorno. Além disso, através de Fundos, o investidor pode aplicar em vários ativos do mercado financeiro com um único investimento, permitindo o acesso a melhores condições de mercado com menores custos. Entenda melhor sobre Fundos de Investimento clicando AQUI.

INI: Na prática, qual seria a diferença entre investir via Órama ou através das próprias Gestoras Independentes? Há outros custos envolvidos?

GH: A diferença está na aplicação inicial. Se o investidor for aplicar diretamente nos Fundos das Gestoras Independentes ele teria que desembolsar valores que podem chegar até R$500 mil, enquanto que na Órama esta aplicação inicial é de R$ 5 mil.

Por serem FIC’s (Fundo de Investimento em cotas de outro Fundo), os Fundos Órama investem de 95% a 100% de seu patrimônio nesses Fundos (que chamamos de Fundo Alvo), praticamente replicando sua rentabilidade. Além da taxa cobrada pelo Fundo Alvo, cobramos uma taxa de administração de apenas 0,6%. Ou seja, se o investidor aplicar R$ 5 mil, esta taxa representa cerca de R$ 30,00 por ano.

INI: Além da redução das barreiras financeiras, que outras facilidades a Órama traz aos interessados em criar sua própria carteira de Fundos?

GH: Nós oferecemos ferramentas de análise, comparação e simulação para auxiliar o investidor a montar a sua carteira de Fundos. Temos ainda uma área multimídia com vídeo dos próprios gestores explicando as estratégias dos Fundos e suas performances mensais, além de uma área educacional que se propõe a ajudar o investidor a entender melhor sobre este produto. É importante destacar que oferecemos todo o nosso serviço de forma online, conferindo rapidez e agilidade para o cliente realizar seus investimentos.

INI: Por fim, o que o interessado deve fazer para começar a investir na Órama?

Para começar, ele deve se cadastrar. É muito simples, não demora mais que 10 minutos. Feito isso, ele enviará seus documentos pelo próprio site e, se estiver tudo certo, em até 4 horas o cadastro já está aprovado. A partir daí, após realizar o teste de perfil do investidor (cerca de 3 minutos), ele já pode escolher os Fundos e aplicar. Acesse www.orama.com.br

Ler Post Completo | Make a Comment ( 8 so far )

Análises BB-BI dos resultados do 3T11 para Bradesco, Vale, CSN, OI, Santander e mais 11 empresas

Posted on outubro 31, 2011. Filed under: Comentários diários |

Caros leitores do blog do INI,

O setor de Análise do Banco do Brasil acaba de disponibilizar seus comentários sobre os resultados das empresas a seguir:

Resultados do Terceiro Trimestre de 2011:

3T11 – Bradesco

3T11 – BR Foods

3T11 – Comgas

3T11 – CSN

3T11 – Daycoval

3T11 – Fibria

3T11 – Localiza

3T11 – Natura

3T11 – OI

3T11 – Redecard

3T11 – Renner

3T11 – Romi

3T11 – Santander

3T11 – Suzano

3T11 – Vale

3T11 – WEG

Atenciosamente,
Equipe INI

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Índices Preço/Lucro e Dividend Yield atualizados até 04/10/2011

Posted on outubro 7, 2011. Filed under: Comentários diários |

Ler Post Completo | Make a Comment ( 4 so far )

Dividendos Obrigatórios: Lenda Urbana

Posted on outubro 7, 2011. Filed under: Comentários diários |

Caros Membros da Comunidade INI,

Àqueles que já frequentaram os cursos do INI e aos que nos enviaram perguntas sobre o dividendo mínimo obrigatório de 25% do lucro líquido, não foi novidade o que o excelente post de André Rocha (APIMEC) no site do Valor Econômico revelou.

Leia AQUI.

No artigo acima, além de explicar que NÃO HÁ EXIGÊNCIA LEGAL para distribuição de no mínimo 25% do lucro ajustado, o autor mostra as origens dessa “Lenda Urbana”, amplamente difundida entre os investidores brasileiros.

É algo que confunde desde investidores até profissionais, pois é uma das crenças mais enraizadas de nosso mercado. Mas não está correta.

Sendo papel do INI difundir o investimento consciente em ações, nada mais adequado do que dar a máxima visibilidade ao artigo do André.

Ajudem a disseminar o entendimento preciso sobre essa questão divulgando esse post ou o artigo original.

Cordialmente,
Equipe INI

Ler Post Completo | Make a Comment ( 5 so far )

Indicadores Fundamentalistas P/L e DY – Atualizado em 04 de Outubro de 2011

Posted on outubro 5, 2011. Filed under: Comentários diários |

Caros Associados e Membros da Comunidade INI,

Em fases turbulentas é sempre bom ter acesso aos múltiplos atualizadas das Cias Brasileiras.

A planilha com Indicadores Fundamentalistas, lançada em 06 de Junho, foi atualizada para o dia 04 de outubro, quando a bolsa atingiu pouco mais de 50.000 pontos.

Estão nos links abaixo.

Antes de utilizá-las, leiam os disclaimers que seguem nas próprias planilhas (planilha amarela).

São elas:

Indicadores Atualizados 04/10/2011

O que traz a planilha:

  • Índice Preço/Lucro (P/L) mais recente
  • Dividend Yield médio últimos 5 anos
  • Média de P/L Máximo últimos 5 anos
  • Média de P/L Mínimo últimos 5 anos
  • Crescimento médio da Receita últimos 7 anos
  • Crescimento médio dos lucros últimos 7 anos
  • Crescimento médio dos dividendos últimos 7 anos

Memória de Cálculo 04/10/2011

Planilha com a base de dados e as fórmulas utilizadas para a criação da planilha anterior.
Está em Excel 2007 (extensão .xlsx), pois utiliza fórmulas complexas.

Atenciosamente,
Equipe INI

Ler Post Completo | Make a Comment ( 3 so far )

Notas Sobre a Crise na Europa – WFIC

Posted on outubro 4, 2011. Filed under: Comentários diários |

Caros Membros da comunidade INI,

Como alguns já sabem, o INI é membro ativo da Federação Mundial de Investidores, entidade que congrega Associações de Investidores de 22 países.

Por força de nossa interação com as Associações, a maioria européias, recebemos alguns artigos, notas e comentários elaborados por dirigentes e analistas dessas instituções.

A realidade dos “INI´s” dos países desenvolvidos é bem diferente da nossa, pois já estão no mercado há 5 décadas ou mais. Há associações com 200 mil associados pagantes e com 300 bilhões de euros investidos! Por força dessa representatividade seus dirigentes frequentemente são chamados a participar de consultas sobre governança, reestruturação bancária etc.

Recebemos 2 documentos (em inglês) que gostaríamos de compartilhar com a comunidade de investidores e profissionais de mercado do Brasil.

O primeiro são notas sobre a crise bancária que o Sr. Jean Pierre Paelinck, secretário geral da WFIC nos enviou por conta de sua participação no congresso da FECIF – Federação Européia de Consultores e Intermediários Financeiros.

Notas sobre o congresso da FECIF

O segundo documento é a resposta da Associação de Investidores do Reino Unido UKSA para a comissão européia de governança corporativa (COM 164) relatando a expectativa dos investidores e clubes de investimento quanto ao nível de governança das companhias em todo o mundo.

UK responds to EU on Corporate Governance

Atenciosamente,
Equipe INI

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Pesquisa sobre Relatórios Contábeis – Apoio INI

Posted on setembro 20, 2011. Filed under: Comentários diários |

Caros Membros da Comunidade INI,

O Instituto, em conjunto com outras entidades do mercado, está apoiando uma pesquisa do Mestrado da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado que visa:

“Analisar a compreensão dos relatórios contábeis e financeiros por parte dos usuários/investidores”

Os resultados serão disponibilizados ao INI e às Cias Abertas para que sejam conhecidas as principais dificuldades enfrentadas pelos investidores.

Aos membros que puderem fazer a gentileza de responder o questionário, segue o link:

https://www.surveymonkey.com/s/fecap_cotrim_ini

Agradecemos sua atenção e seu apoio,

Equipe INI.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Análises BB-BI dos resultados do 2T11 para Petrobras, OI, OGX, Cyrela, BRFoods e outras

Posted on agosto 17, 2011. Filed under: Comentários diários |

Caros leitores do blog do INI,

O setor de Análise do Banco do Brasil acaba de disponibilizar seus comentários sobre os resultados das empresas a seguir:

Resultados do Segundo Trimestre de 2011:

2T11 – Renner

2T11 – Petrobras

2T11 – OI

2T11 – JHSF

2T11 – JBS

2T11 – Minerva

2T11 – Marfrig

2T11 – Paranapanema

2T11 – Copasa

2T11 – JSL

2T11 – Lupatech

2T11 – OGX

2T11 – Banrisul

2T11 – Iochpe Maxion

2T11 – HRT

2T11 – Cyrela

2T11 – Braskem

2T11 – OHL

2T11 – Raia

2T11 – BRFoods

2T11 – Magazine Luiza

2T11 – Sabesp

2T11 – Heringer

2T11 – Rossi

2T11 – CCR

2T11 – GOL

1T12 – Cosan

1T12 – Sao Martinho

Ler Post Completo | Make a Comment ( 1 so far )

Análises BB-BI dos resultados do 2T11 para Bic Banco, Drogasil, Randon, Tam, SLC Agrícola e Suzano

Posted on agosto 11, 2011. Filed under: Comentários diários |

Caros leitores do blog do INI,

O setor de Análise do Banco do Brasil acaba de disponibilizar seus comentários sobre os resultados das empresas a seguir:

Resultados do Segundo Trimestre de 2011:

2T11 – Bic Banco

2T11 – Drogasil

2T11 – Randon

2T11 – TAM

2T11 – SLC

2T11 – Suzano

Ler Post Completo | Make a Comment ( 1 so far )

Análises BB-BI dos resultados do 2T11 para MMX, ALL, Eternit, Marcopolo, ABC, EZTEC, Tecnisa, B2W, LAME e Gerdau

Posted on agosto 10, 2011. Filed under: Comentários diários |

Caros leitores do blog do INI,

O setor de Análise do Banco do Brasil acaba de disponibilizar seus comentários sobre os resultados das empresas a seguir:

Resultados do Segundo Trimestre de 2011:

2T11 – MMX

2T11 – ALL

2T11 – Eternit

2T11 – Banco ABC

2T11 – Marcopolo

2T11 – EZTEC

2T11 – TECNISA

2T11 – B2W

2T11 – Lojas Americanas

2T11 – Gerdau

Ler Post Completo | Make a Comment ( 1 so far )

« Entradas Anteriores
  • Blog do INI

  • julho 2018
    S T Q Q S S D
    « abr    
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...