Posted on fevereiro 11, 2010. Filed under: Comentários diários |

 

A Vale, associada fundadora do INI, apresentou seus resultados de 2009 no dia 10/02/2010 após o encerramento do mercado.

Veja a seguir os principais destaques:

Arquivo de origem: http://www.vale.com/vale/media/vale_brgaap_4t09p.pdf

 

Desempenho da Vale em 2009

Rio de Janeiro, 10 de fevereiro de 2010 â?? A Vale S.A. (Vale) apresentou sólido desempenho operacional e financeiro em 2009. Foi um ano de grandes desafios derivados da grande recessão causadora de um dos raros episódios de contração da economia global nos últimos 140 anos de história econômica moderna.

Como produtora de minérios e metais, a Vale tem como clientes empresas industriais, cujo setor de atividade se constitui no ramo mais cíclico da economia e, portanto, no mais sensível às recessões. Nesse contexto, como somos efetivamente o único fornecedor global de minério de ferro, atendendo a clientes em todos os continentes, fomos especialmente afetados pela queda em intensidade sem precedentes da utilização de capacidade da indústria do aço nas Américas e Europa, regiões onde a siderurgia sofreu impacto negativo mais significativo.

Se, de um lado, as crises econômicas geram sérios efeitos negativos sobre a performance das empresas, de outro elas costumam gerar oportunidades extraordinárias para aquelas companhias que privilegiam a mudança e a transformação estrutural.

A Vale alavancou suas vantagens competitivas – portfólio de ativos de classe mundial com baixo custo de produção, saúde financeira lastreada num balanço sólido e ampla liquidez, disciplina na alocação de capital, mão-de-obra altamente qualificada e motivada e o espírito empreendedor â?? para lançar várias iniciativas bem sucedidas para torná-la mais forte no futuro, visando a redução de custos em base permanente e o aumento de eficiência. Nenhum projeto de investimento foi cancelado, novas opções de crescimento e geração de valor foram identificadas, e a capacidade de inovar foi fortemente estimulada.

Apesar das dificuldades normalmente causadas por uma recessão, nossa reação foi importante para fortalecer nossa capacidade de criar valor de maneira sustentável para os acionistas.

Os principais destaques do desempenho da Vale em 2009 foram:

·       Receita operacional de R$ 12,0 bilhões no 4T09, totalizando R$ 49,8 bilhões em 2009.

·       Lucro operacional, medido pelo EBIT (lucro antes de juros e impostos), de R$ 2,3 bilhões no 4T09 e R$ 13,2 bilhões em 2009.

·       Margem operacional, medida pela margem EBIT, em 2009 de 27,2%. No 4T09, margem EBIT de 19,3%.

·       Geração de caixa, medida pelo EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 18,6 bilhões em 2009. EBITDA atingiu R$ 3,7 bilhões no 4T09.

·       Investimento em crescimento orgânico e manutenção alcançou US$ 9,0 bilhões em 2009

·       Investimento de US$ 796 milhões em responsabilidade social corporativa em 2009, dos quais US$ 580 milhões foram gastos em proteção e conservação do meio ambiente e US$ 216 milhões em projetos sociais.

·       Remuneração ao acionista de US$ 2,75 bilhões em 2009. Forte posição financeira, apoiada em um expressivo caixa de US$ 11,0 bilhões, disponibilidade de linhas de crédito de médio e longo prazos e endividamento de baixo risco.

 

  • Blog do INI

  • fevereiro 2010
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: