Archive for abril \30\UTC 2009

EMBRAER DIVULGA OS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2009

Posted on abril 30, 2009. Filed under: Comentários diários | Tags:, , |

A Embraer, associada fundadora do INI, divulgou seus resultados do 1T09 no dia 29/04/2009.

Segue link para o release:

http://www.embraer.com.br/institucional/download/1_055-Ins-VPF-Results_1T09-P-09.pdf

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Posted on abril 30, 2009. Filed under: Agenda INI | Tags:, , , , , |

Como Montar Sua Carteira Ações pelo Método INI

O curso tem por objetivo conferir ao participante um ferramental prático para sua decisão de investimento. Visa expor conceitos comportamentais amplamente difundidos nos EUA e na Europa, que permitem ao participante tornar-se um investidor consciente. Detalhamento completo do método INI, que fornece ao participante uma metodologia para selecionar empresas de crescimento e determinar faixas de preços para compra, manutenção ou venda de suas ações. Curso com base no software de seleção de empresas do INI.

O Método INI é derivado de uma metodologia que foi criada há mais de 50 anos nos EUA e, atualmente, é utilizado em 23 países (ver http://www.betterinvesting.org).

15 de maio – 19h até 22h e
16 de maio – 9h até 17h (intervalo para almoço)

Local: ADVB – Praia de Belas – Rua Celeste Gobato S/N RS – POA

Programa:
1. Investimentos: Conceitos Básicos
2. O INI e seu Papel Educacional
3. Mercado de Ações e Planejamento Financeiro Pessoal
4. Os 5 Princípios do INI
5. Método INI: O Guia Inicial de Avaliação
6. Avaliação de empresas: o Guia Principal de Avaliação e Relatório de Análise

Ministrante:
Nilton d’Avila Farinati: Consultor Financeiro, graduado em Engenharia Civil e Administração de Empresas pela UFRGS, Especialista em Economia e Negócios pela South Florida University USA, Agente de Investimentos credenciado pela CVM, Membro-Orientador do Instituto Nacional de Investidores.

Inclui:
· 10 horas/aula
· Emissão de Certificado
· Coffee-Break
· Material Didático
· Almoço

Investimento:
. R$ 210,00 – Associado INI
· R$ 290,00 – Público em geral – Inclui Manuais didáticos Método INI (2 volumes), associação ao Instituto e software para análise de empresas.

Inscrições e Informações:
· Fone: (51) 3275.9545
. Mail: cursos@cfinvest.com.br

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Posted on abril 30, 2009. Filed under: Agenda INI | Tags:, , , |

APRESENTAÃ?Ã?O:
O Curso Método INI está estruturado nos conceitos de análise fundamentalista, proporcionando ao investidor maior segurança na tomada de decisões de compra e venda de ações. Aos iniciantes oferece de maneira prática o momento adequado de se realizar os investimentos, com os mesmos conceitos dos mercados mais desenvolvidos, como nos EUA e na Europa. A possibilidade de o investidor selecionar empresas com maior potencial de crescimento das vendas e do lucro, melhora a performance de retorno dos investimentos. O Curso será desenvolvido com base no software de seleção de empresas do INI ao qual todos terão acesso ao participarem do evento.

PROGRAMA:
1. Introdṳ̣o РO INI e seu papel educacional.
2. Mercado Acionário e a Posição do Investidor.
3. Descrição dos 5 princípios de investimento do INI.
4. Tabelas de Informações Básicas (TIB).
5. Análise Completa de uma Cia. Aberta com o Software INI.
6. Atendimento a dúvidas sobre o Método e o Mercado.

DETALHES DO CURSO EM JOINVILLE
Data: 13 e 14 de Maio de 2009 (Quarta e Quinta)
Horário: das 19:00 às 23:00 horas
Local: Bom Fundamento Escola de Investidores
Rua Abdon Batista, 121 – Edifício Hannover, Sala 1004 – Centro
Joinville – Santa Catarina

INSCRIÃ?Ã?ES: E-mail de contato exclusivo para o curso: eventoinisc@bomfundamento.com.br ou
Fone (47) 3026 3260 – Joinville (Bom Fundamento – Escola de Investidores).
Informar: NOME COMPLETO, RG, CPF, EMAIL Tel. e STATUS: (Em caso de Associado do INI).

INSTRUTOR: Thiago Fukui
Economista formado pela Universidade Estadual de Maringá (UEM/PR), atuou por três anos como pesquisador do Grupo de Pesquisa em Logística Agroindustrial, Esalq_LOG, da Universidade de São Paulo, foi coordenador do Projeto Feira de Finanças Pessoais na cidade de Maringá. Atualmente é Agente Autônomo de Investimentos autorizado pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários), instrutor de Análise Fundamentalista da Bom Fundamento Escola de Investidores, e sócio da BF Invest.

VALOR DO INVESTIMENTO:
– R$ 200,00 para Associados INI* (c/Anuidade em dia)
– R$ 290,00 para demais interessados*
РR$ 340,00 (Parcelado em at̩ 10x) РWWW.lojabomfundamento.com.br
Obs*: Valor promocional para pagamento via boleto bancário ou depósito em conta.
(Vagas Limitadas)

*Itens Inclusos:
Curso do INI
Material Didático (Guia Oficial do INI e Manual Técnico)
1 Ano de Associação ao INI
Acesso as áreas restritas do site, incluindo o uso do Software de seleção de empresas.
Coffee Break
Certificado de Conclusão

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

09/05/2009 – São Paulo – Curso de Iniciação ao Mercado de Ações

Posted on abril 30, 2009. Filed under: Agenda INI | Tags:, , , , , , , |

APRESENTAÃ?Ã?O:
O curso voltado a orientação e desmistificação do mercado acionário, contém exemplos e exercícios práticos, e tem por objetivo conferir ao participante os conhecimentos e controles necessários para que este dê seus primeiros passos rumo a formação de patrimônio baseado no mercado de ações.
Professor Mauro Calil, Membro Orientador INI – Instituto Nacional de Investidores.

PROGRAMA:
1. O Sistema Financeiro Nacional.
2. O que é uma ação e porque as empresas abrem capital.
3.Estrutura do mercado.
4.Porquê investir em ações.
5.Eventos societários.
6.Mecânica de Cálculo do IBOVESPA.
7.Como comprar e vender.
8.Codificação dos papéis.
9.Home Broker.
10.Segurança e Custo das Operações.
11.Tributação no mercado � Vista.
12.Objetivos e Metodologias de Investimento.
13.Informa̤̣o РOnde encontrar gratuitamente.
14.Ferramentas Bloomberg.

DETALHES DO CURSO
Data: 09 de maio de 2009
Horário: das 09:00 às 13:00 horas.
Local: Bloomberg TV – Auditório de Treinamento – Av. das Nações Unidas, 12.551, 21º andar, no W.T.C. – Mesmo Prédio do Shopping D&D – Marginal Pinheiros.

Inscrições: E-mail de contato exclusivo para o curso: eventos@calilecalil.com.br ou fone/fax 5052.2902 em horário comercial.
Calil e Calil РCentro de Estudos e Forma̤̣o de Patrim̫nio.

No e-mail informar:
Curso de interesse: Iniciação ao Mercado de Ações
Data: 09/05/09
NOME COMPLETO:
RG.:
E-MAIL: (usado como login no INI)
TEL.:
STATUS: (Associado ou não ao INI)

Valor do Investimento:
– R$ 150,00 para Associados INI e Clientes Rio Grande A.A.I.
– R$ 170,00 para demais interessados.
Desconto de R$20,00 para pagamento via depósito/DOC até 04/05/09.
Todos participantes recebem gratuitamente apostila com os slides do curso.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Posted on abril 30, 2009. Filed under: Agenda INI | Tags:, , , , , |

APRESENTAÃ?Ã?O:
O Curso Método INI está estruturado nos conceitos de análise fundamentalista, proporcionando ao investidor maior segurança na tomada de decisões de compra e venda de ações. Aos iniciantes oferece de maneira prática o momento adequado de se realizar os investimentos, com os mesmos conceitos dos mercados mais desenvolvidos, como nos EUA e na Europa. A possibilidade de o investidor selecionar empresas com maior potencial de crescimento das vendas e do lucro, melhora a performance de retorno dos investimentos. O Curso será desenvolvido com base no software de seleção de empresas do INI ao qual todos terão acesso ao participarem do evento.

PROGRAMA:
1. Introdṳ̣o РO INI e seu papel educacional.
2. Mercado Acionário e a Posição do Investidor.
3. Descrição dos 5 princípios de investimento do INI.
4. Tabelas de Informações Básicas (TIB).
5. Análise Completa de uma Cia. Aberta com o Software INI.
6. Atendimento a dúvidas sobre o Método e o Mercado.

DETALHES DO CURSO EM CURITIBA
Data: 09 de Maio de 2009 (Sábado)
Horário: das 10:00 às 18:00 horas
Local: Associação Comercial do Paraná – Auditório
Rua: XV de Novembro, 621 – Centro (Próximo a Praça Santos Andrade)
Curitiba – Paraná

INSCRIÃ?Ã?ES: E-mail de contato exclusivo para o curso: eventoiniparana@bomfundamento.com.br ou
Fone (41) 4063 7480 – Curitiba ou (47) 3026 3260 (Bom Fundamento – Escola de Investidores).
Informar: NOME COMPLETO, RG, EMAIL Tel. e STATUS: (Em caso de Associado do INI).

INSTRUTOR: Thiago Fukui
Economista formado pela Universidade Estadual de Maringá (UEM/PR), atuou por três anos como pesquisador do Grupo de Pesquisa em Logística Agroindustrial, Esalq_LOG, da Universidade de São Paulo, foi coordenador do Projeto Feira de Finanças Pessoais na cidade de Maringá. Atualmente é Agente Autônomo de Investimentos autorizado pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários), instrutor de Análise Fundamentalista da Bom Fundamento Escola de Investidores, e sócio da BF Invest.

VALOR DO INVESTIMENTO:
– R$ 200,00 para Associados INI* (c/Anuidade em dia)
– R$ 290,00 para demais interessados*
РR$ 340,00 (Parcelado em at̩ 10x) РWWW.lojabomfundamento.com.br
Obs*: Valor promocional para pagamento via boleto bancário ou depósito em conta.
(Vagas Limitadas)

*Itens Inclusos:
Curso do INI
Material Didático (Guia Oficial do INI e Manual Técnico)
1 Ano de Associação ao INI
Acesso as áreas restritas do site, incluindo o uso do Software de seleção de empresas.
Coffee Break
Certificado de Conclusão

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Posted on abril 30, 2009. Filed under: Agenda INI | Tags:, , |

Chat referente aos resultados do 1º trimestre de 2009
Data: 6 de maio (4ª feira)
Horário: 18:00 horas
Participante: Silvio de Carvalho, CFO do Itaú Unibanco

____

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

COMPRAR UMA EMPRESA PELO VALOR QUE ELA TEM EM CAIXA? EM OUTUBRO DE 2008 ISSO FOI POSSÍVEL.

Posted on abril 30, 2009. Filed under: Artigos sobre bolsa | Tags:, , , , , , , , , , , |

O mês de outubro de 2008 foi um dos piores de todos os tempos para a bolsa brasileira. As quedas de ações, motivadas pelo pânico mundial, pela enorme crise de crédito e pelo receio da exposição de companhias brasileiras aos derivativos cambiais, fizeram com que empresas tradicionais fossem negociadas a múltiplos que há muito não se tinha notícia. O presente artigo vai explorar algumas curiosidades derivadas desse tsunami vendedor que assolou as bolsas mundiais.

Imagine o seguinte:

Você quer comprar uma empresa no setor têxtil. Daí recebe em mãos a análise de uma companhia, com os seguintes dados referentes a 31/10/2008:

  • AC – R$ 1.807 milhões em ativos circulantes (caixa ou conversíveis em caixa em até 1 ano)
  • PC – R$ 689 milhões em passivos circulantes (a pagar em até 1 ano)
  • Patrimônio Líquido: R$ 1.468 milhões
  • Capital de giro líquido â?? R$ 1.118 milhões (AC menos PC)
  • Vendas â?? R$ 3.359 milhões acumulado até o 2T08
  • Resultado Acumulado â?? Prejuízo de R$ 150 milhões de reais.
  • PREÃ?O DE MERCADO em 31/10/2008: R$ 378 milhões

Daí você pensa: Eu posso comprar essa empresa, pagar com o capital de giro, e ainda vai sobrar R$ 740 milhões OU eu posso comprar essa empresa e encerrar seu negócio, recebo tudo o que tem a receber, pago todos os compromissos e liquido os ativos, sobrará quase R$ 1,1 bilhão (patrimônio líquido menos o valor de mercado).

Agora está imaginando: Isso existe? Se existir deve ser alguma empresa bem desconhecida.

Bom, os números acima se referem à conhecidíssima Coteminas. E, realmente, parece não fazer muito sentido.

Mesmo a empresa de petróleo OGX, que ao abrir capital parecia ter múltiplos fora da órbita racional, hoje, com a grande depreciação dos últimos meses, encontra-se em situação bem mais confortável. Vejam:

OGX Petróleo

  • Capital de Giro Líquido: R$ 6,7 bilhões
  • Patrimônio Líquido: 8,8 bilhões, sendo 2 bilhões em ativos intangíveis (direitos de exploração)
  • Preço de mercado (31/10/2008): R$ 8,88 bilhões
  • Isso significa comprar a empresa pelo valor que ela captou mais o valor das concessões.

Outro exemplo é a empresa de energia do mesmo grupo. Vejam:

MPX Energia

  • Capital de Giro Líquido: R$ 1,56 bilhão
  • Patrimônio Líquido: 2,0 bilhões
  • Preço de mercado (31/10/2008): R$ 799 milhões

 

Outro exemplo de empresa conhecida, com bons resultados e com histórico sólido é a Sul América seguros. Vejam:

Sul América

  • Capital de Giro Líquido: R$ 1,7 bilhão
  • Patrimônio Líquido: 2,15 bilhões
  • Preço de mercado (31/10/2008): R$ 1,5 bilhão

 

Outros exemplos:

Usiminas

  • Capital de Giro Líquido: R$ 6,5 bilhões
  • Patrimônio Líquido: 14,4 bilhões
  • Preço de mercado (31/10/2008): R$ 13,5 bilhões

Guararapes

  • Capital de Giro Líquido: R$ 475 mi
  • Patrimônio Líquido: 1,34 bi
  • Preço de mercado (31/10/2008): R$ 950 mi

Gerdau Metalúrgica

  • Capital de Giro Líquido: R$ 8,3 bi
  • Patrimônio Líquido: 5,28 bi
  • Preço de mercado (31/10/2008): R$ 7,84 bi

Fertilizantes Heringer

  • Capital de Giro Líquido: R$ 270 mi
  • Patrimônio Líquido: 589 mi
  • Preço de mercado (31/10/2008): R$ 224 mi

Forjas Taurus

  • Capital de Giro Líquido: R$ 208 mi
  • Patrimônio Líquido: 334 mi
  • Preço de mercado (31/10/2008): R$ 326 mi

Indústrias ROMI

  • Capital de Giro Líquido: R$ 480 mi
  • Patrimônio Líquido: 687 mi
  • Preço de mercado (31/10/2008): R$ 518 mi

Marcopolo

  • Capital de Giro Líquido: R$ 648 mi
  • Patrimônio Líquido: 674 mi
  • Preço de mercado (31/10/2008): R$ 792 mi

� importante notar que não se está tratando de lucros, perspectivas para o negócio, crise, mercados etc. � só um cálculo indicando que, em alguns casos, uma empresa poderia ser comprada por menos do que o seu capital de giro e/ou seu patrimônio líquido, ao final de outubro de 2008.

Lembremos que a bolsa ainda atingiu patamares 20% menores na segunda, dia 27/10/2008. Se tivéssemos feito essas avaliações utilizando o valor de mercado daquele dia, provavelmente os valores seriam ainda mais disparatados.

A avaliação acima dá conta de que muitas empresas brasileiras estão sendo vendidas por seu valor patrimonial, sem qualquer prêmio.

Encontrar empresas nessa situação não significa encontrar barganhas, pois o que conta para o pequeno investidor é fluxo de lucros e fluxo de dividendos (valuation). Significa apenas que o mercado não está calibrando com precisão suas análises. Os movimentos tendem a ser mais guiados pelo pânico, pelo short selling e pela especulação do que pela lógica dos balanços.

Em informativos passados já havíamos tratado das relações entre os múltiplos P/L e os retornos com dividendos. Agora, fica claro que, seja nos resultados das companhias, seja em suas contas patrimoniais há um bom número de empresas subavaliadas. Bear market é isso. Mesmo o que está subavaliado, não tem qualquer garantia de que vá se apreciar.

Enquanto isso, vamos conhecendo outras formas de avaliar a situação financeira e patrimonial de uma empresa. São importantes balizadores para uma tomada de decisão mais consciente.

Mas não custa torcer para o vendaval passar!

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Posted on abril 30, 2009. Filed under: Artigos sobre bolsa | Tags:, , , |

Os últimos anos da bolsa brasileira foram muito positivos para os investidores, mas pouco pedagógicos. Como a grande maioria das ações, ao menos até o final de 2007, meados de 2008, apresentou crescimento sem precedentes, e praticamente ininterrupto, criou-se a impressão de que todos sabiam investir na bolsa. Que ganhar na bolsa era muito fácil e que perder era muito raro.

O comportamento mais apreciado e difundido nos últimos tempos foi apostar grandes volumes em algumas poucas empresas, buscando retornos de curto prazo. Stops para queda, stops para alta, deixar cair 2%, deixar subir 10%, e outras dicas quentes, o investidor ouvia todos os dias. No período que compreendeu os anos de 2003 a 2007, foi muitíssimo difícil perder fazendo essas apostas.

Desde 2004 o Instituto Nacional de Investidores – INI busca difundir um sistema de investimento em ações calcado na formação de patrimônio no longo prazo. Sugere que os investidores sigam cinco princípios muito simples, que têm mais de 60 anos de experimentação nos mais diversos mercados de ações. São eles:

  • Invista regularmente – Tenha disciplina para fazer aportes periódicos regulares, com valores que não sejam significativos para sua renda e com os quais não se pretende contar pelos próximos anos.
  • Reinvista todos os ganhos obtidos no mercado – Os dividendos costumam representar um ganho superior a 3% do patrimônio investido. O que pode parecer pouco, reinvestido, pode fazer o patrimônio mais que dobrar no longo prazo.
  • Seja sócio de empresas de crescimento – Busque investir em empresas que tenham um sólido passado de crescimento de lucros, vendas e margens, e que apresentem boas perspectivas para os próximos anos. Evite companhias com múltiplos fundamentalistas muito distorcidos e com instabilidade nos resultados. Acompanhe sempre os relatórios, releases e apresentações das companhias de que é sócio.
  • Diversifique – Não tente acertar qual a melhor ação para investir, busque posicionar-se em um portfólio que dilua seu risco.
  • Prestigie empresas com boa governança corporativa.

Qualquer pessoa que tenha seguido os princípios do INI desde o início, mesmo que esse início tenha sido em maio de 2008, não deve ter motivos para grandes sobressaltos. Em primeiro lugar porque não cometeu o equívoco mais comum do investidor iniciante: colocar todo o dinheiro de uma só vez, e em segundo lugar porque seu horizonte é de, no mínimo, 5 a 10 anos de investimento regular.

Para 2009 e 2010 o ambiente para a disseminação da cultura de investimento de longo prazo promete ser mais propício. As oscilações recentes nos ativos negociados em bolsa de valores e mercados futuros ultrapassaram qualquer limite de racionalidade e testaram quaisquer resistências ou suportes psicológicos. Essa nova realidade deve ter feito muitos investidores sentirem os efeitos da carência de uma visão financeira mais educada, mais ampla.

Quando o investidor vê seu patrimônio cair 50% e não tem um conhecimento mais aprofundado do mercado, dos fundamentos e das companhias em que investe, não consegue dimensionar o que é racional e o que é pânico. O investidor mais educado tem em mente o pagamento de dividendos, as taxas de crescimento de lucro da companhia, a sensibilidade dos resultados da companhia aos diversos cenários econômicos, entre outros fatores que permitem fazê-lo perceber o que é oportunidade e o que é risco.

Outro instrumento importante para a proteção e educação do investidor que deve ganhar força nos próximos anos são os clubes de investimento. Os orientadores do INI já ajudam as pessoas a montar e a gerir um clube de investimento em 6 estados do país. Dentro de um clube, os investidores diluem os custos de operação, dividem o trabalho de estudo do mercado e das companhias, afastam-se da complexidade tributária e sentem-se mais comprometidos a manter seus aportes regulares. Não raro, os clubes do método INI vêm mantendo seus aportes durante esse período mais crítico da bolsa.

� evidente que não há fórmula mágica. Nos últimos meses, pouquíssimos preços-alvo revelaram-se corretos, pouquíssimas análises mostraram-se precisas. Ficou evidente que ninguém pode, com segurança, antecipar o fim da crise ou indicar que tudo voltará a ser como antes. O que se sabe é que um navegador sem instrumentos e sem a tecnologia para ler e entender os dados de uma tempestade, dificilmente vai conseguir enfrentar a tormenta. Se conseguir, será por sorte ou talento individual. Ou ambos. Para quem não quiser precisar de sorte ou de talentos especiais, o caminho da educação vai ser a diferença entre um futuro de calmaria financeira ou de tempestade patrimonial.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

INI elege novo conselho e reelege seu presidente

Posted on abril 30, 2009. Filed under: Aconteceu no INI, Comentários diários | Tags:, , , , |

BN003762  28 de abril de 2009  14:58 HORALOCAL

Principal objetivo da entidade é formar o investidor consciente,
fomentando a criação de clubes de investimento

    São Paulo, 28 de abril de 2009 – O Instituto Nacional dos
Investidores (INI) elegeu ontem em AGO o seu Conselho de Administração
para o biênio 2009-2011, agora constituído por 11 membros.

    Foi reeleito para mais 1 ano de mandato como Presidente, Paulo
Maurício Tinoco de Campos, gerente da Divisão Administração de
Sistemas Valores Mobiliários, da área de Relacionamento com
Investidores da Petrobras.

    Foi eleito como 1º Vice-Presidente, que substitui o Presidente em
caso de ausência, Jean Philippe Leroy, Diretor do Departamento de
Relações com o Mercado do Banco Bradesco. Como 2º Vice-Presidente foi
eleita Elizabeth Benamor, Gerente de Relações com Investidores da
Souza Cruz.

    Foram eleitos ainda como Membros do Conselho: Geraldo Soares Leite
Filho, do Itaú Unibanco; Gilberto Lourenço da Aparecida, do Banco do
Brasil; Hélio Oscar Moraes Garcia Junior, da PR Newswire; José
Antonio de Almeida Filippo, da CPFL Energia; Paulo de Sousa Oliveira
Jr., da BM&F Bovespa; Roberto Castello Branco, da Vale; Hélcio
Fajardo Henriques, representante dos investidores e Clubes de
Investimentos, e de Théo Rodrigues, Diretor Geral do INI.

    Como membros suplente foram eleitos Andre Luiz Comunale, do BNDES;
Andrea Paula Fernandes, da Suzano Papel e Celulose; Carlos Raimar
Schoeninger, da Vivo e Roberto Terziani, da Oi.

    A nova gestão prevê uma série de atividades para 2009, dentre elas a
realização, no segundo semestre, do I Congresso INI; o lançamento de
uma revista voltada para os investidores individuais; um programa
especial de incentivo à formação de clubes de investimentos; além da
ampliação do projeto de aproximar as empresas abertas dos
investidores individuais, atingindo as cidades do interior do país,
contando aí com a parceria da Apimec.

    Todas essas iniciativas seguem os pilares estratégicos da entidade –
formar o investidor consciente e ser um efetivo canal de comunicação
entre esse público e as empresas abertas – e também a missão de
ensinar os caminhos do investimento em Bolsa e de promover o mercado
junto a pessoas físicas por meio da formação de clubes de
investimento. Atualmente, o número de associados, pessoa física, é de
5.600, que somado aos cadastrados formam uma comunidade de mais de 40
mil pessoas interessadas no mercado de ações.

    Sobre o INI ( www.ini.org.br )

    O INI é uma instituição sem fins lucrativos, criada em 2002 e lançada
oficialmente em 25 de agosto de 2004. Sua missão é disseminar a
cultura do investimento em ações, trabalhando na formação de
investidores conscientes, e tornar-se o principal canal de
comunicação entre as empresas abertas e os investidores de varejo.
Conta com 23 empresas fundadoras, 6 empresas associadas, 5.500
investidores associados, 35.500 cadastrados, 338 clubes de
investimento associados, 32 corretoras parceiras e 60 Membros
Orientadores (MOs), ou seja, trata-se de uma comunidade de cerca de
40 mil indivíduos interessados e envolvidos com o mercado de ações.

    Um dos principais diferenciais do INI é a simplicidade de seu método
de seleção de empresas de crescimento, que conta com o suporte de um
software e de um banco de dados de 200 empresas listadas na Bovespa,
com informações de um período de 7 anos. O acesso a essas ferramentas
está disponível para os associados no site www.ini.org.br . A
ferramenta facilita a análise de indicadores como as margens de
lucratividade, o lucro por ação, o crescimento das vendas e a relação
entre o preço e o lucro por ação da empresa. A utilização do método
INI, visa sempre horizontes de longo prazo, e é especialmente voltado
para os fundamentos da empresa, orientando o investidor a não se
preocupar muito com as oscilações de curto prazo.
Sua metodologia simples está baseada em cinco princípios:

  • Investir regularmente uma determinada quantia, independentemente

das condições do mercado;

  • Reinvestir todos os dividendos recebidos e ganhos de capital

obtidos no mercado;

  • Investir em ações de empresas de crescimento, cujas vendas estejam

aumentando a uma taxa anual superior à do setor em que está situada;

  • Diversificar os investimentos em diferentes empresas de diferentes

setores.

  • Investir em empresas com bons princípios de governança corporativa,

especialmente com relação aos direitos e proteção dos pequenos
acionistas.

    O INI foi inspirado na National Association of Investors Corporation
(NAIC), entidade americana, com mais de 50 anos de atividade, e que
conta com milhares de investidores e clubes de investimentos
associados. O INI tem como associados fundadores as entidades do
mercado – Abrasca, Ancor, Andima, BNDES, Finep, PR Newswire – e as
principais empresas abertas: Banco do Brasil, Bradesco, Brasil
Telecom, Copel, Eletrobrás, Embraer, Itaú Unibanco, Oi, Petrobras ,
Santander, Souza Cruz, Suzano Papel e Celulose, Vale e Vivo. Conta
ainda com a Braskem, CPFL Energia, CSN, Sulamérica e TAM como
empresas associadas.

28/04/2009

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Posted on abril 30, 2009. Filed under: Agenda INI | Tags:, , , |

Neste Curso o aluno irá aprender uma maneira prática para investir no mercado acionário, utilizando conceitos de sucesso difundidos em varias partes do globo há décadas, conseguindo assim fazer boas escolhas para sua carteira de investimentos.

A inscrição no curso dará direito ainda a um ano de associação ao Instituto inteiramente grátis, com acesso ao sistema de escolha de ativos e atendimento pelos membros orientadores virtuais entre outras facilidades.

O curso de base fundamentalista tem por objetivos conferir ao participante, que não é familiarizado com o mercado, um ferramental prático para sua decisão de investimento, expor conceitos comportamentais amplamente difundidos nos EUA e na Europa, que poderão ajudar o participante a ser um investidor consciente e de longo prazo, e detalhamento do método INI, cujo principal resultado é fazer o participante ser capaz de Selecionar Empresas de crescimento ou com potencial de crescimento.

Curso com base no software de seleção de empresas do INI.

O Método INI é derivado de uma metodologia que foi criada há mais de 50 anos nos EUA e, atualmente, é utilizada. em 23 países.

Programa:

1. Introdução – O INI e seu papel educacional.
2. Aspectos comportamentais.
3. Descrição dos 5 princípios de investimento do INI.
4. O guia inicial de avaliação. (uso do software de seleção de empresas)
5.O guia principal de avaliação. (uso do software de seleção de empresas)
6. Atendimento a dúvidas sobre o Método.

Data do Curso: 04 e 05/05/2009
Horário: 18:30 às 22:30
Cidade/UF: Fortaleza/CE
Local: Salão Resrvado Spettus

Professor:
Daniel de Almeida Lopes, Diretor da Futura Investimentos, formado em Economia pela UFBA – Universidade
Federal da Bahia, Especialização em Gestão de Negócios pela BITA –
Business & Information Technology Academy (Toronto, Canadá),
Agente Autônomo de Investimentos certificado pela ANCOR (Associação
Nacional de Corretoras), pós-graduando em Finanças pelo IBMEC-RJ.

Investimento:
Associados INI ou Apimec: R$ 170,00
Cliente Futura: R$ 230,00
Demais interessados: R$ 270,00

Inscrevendo-se no curso você recebe dois livros do INI e torna-se gratuitamente um membro associado do INI pelo período de um ano. Com isso, terá acesso ao sistema de escolha de ativos, atendimento pelos membros
orientadores virtuais entre outras
facilidades.

Informações e inscrições: (85) 3224-8007

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

« Entradas Anteriores
  • Blog do INI

  • abril 2009
    S T Q Q S S D
        maio »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930  

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...